Carrinho vazio.

Espaço saúde

Á C A R O S - Principais causas - O ácaro é o principal agente de substâncias causadoras de alergias numa casa. Ácaros, fungos e bactérias causam conjuntivite, eczema, sensação de peito fechado à noite, espirros, coceira nas mãos ou face, corrimento ou bloqueio e até mesmo asma. Camas, colchões, travesseiros, sofá, carpete e tapetes mantêm microclimas cujo grau de calor e umidade são favoráveis ao surgimento de ácaros. Estudos práticos demonstraram que, após 6 anos de uso, um travesseiro pode ter 10% de seu peso em ácaros, seus detritos e fragmentos de pele humana.
No que se refere à poluição ambiental, é preciso diferenciar alguns tipos de poluentes. Os ácaros, que são poluentes biológicos, agridem mais as pessoas alérgicas. Eles pertencem à família dos aracnídeos e possuem quatro pares de patas como as aranhas. Basicamente, o que fazem na vida é alimentar-se, pôr ovos e brigar com os outros ácaros. Existem mais de 30 mil espécies de ácaros. O carrapato é um deles, mas os que mais causam doenças alérgicas vivem dentro de nossas residências. São os dermatofagóides, ou comedores de pele (dérmato quer dizer pele e fagóide significa que come). Eles proliferam onde houver descamação de pele e necessitam de um ambiente escuro, úmido e quente como os fungos. Nas nossas casas, embora carpetes, estofados e armários possam abrigar muitos ácaros, o colchão é o lugar ideal para eles. O calor e a umidade de nosso corpo, a descamação natural da pele, lençóis e colchas que mantêm o escurinho e a umidade que se mantêm mesmo durante o dia propiciam as condições de que necessitam para se desenvolverem.
Em geral, o ácaro fica retido entre as fibras dos tecidos, não em sua superfície. O que provoca alergia é o animal morto que se solta das fibras e elimina bolotas fecais extremamente alergizantes. Quando a pessoa se senta ou se deita na cama, é como se pulverizasse essas substâncias para o ar, que voltam a cair e são inaladas.
Tudo é paliativo. O ideal é não ter ácaros. Esses pequenos animais ficam presos nas fibras dos tecidos, e os aparelhos domésticos como, aspiradores e vaporizadores não têm como removê-los dali. Já os aparelhos profissionais como, extratoras surtem um efeito mais radical e consegue eliminar 99% dos ácaros, fungos e bactérias. O ácaro vive mais ou menos cem dias e a fêmea coloca cerca de dois ovos por dia, portanto 200 durante a vida.

O que provoca alergia nos seres humanos é a enzima Der P1, liberada em suas fezes. O clima brasileiro é ideal para que essa espécie procrie, já que os ácaros precisam de temperaturas acima de 20°C e umidade relativa do ar entre 60 e 70%.






A saúde dentro do carro


O paulistano fica, em média, um mês e meio por ano dentro do seu carro, de acordo com levantamento feito pelo Ibope a pedido da ONG Rede Nossa São Paulo no ano passado. Nesse período, bactérias, fungos e ácaros acabam proliferando no ambiente, muitas vezes trazidos pelas mãos do motorista.

Uma pesquisa conduzida pela faculdade DeVry Metrocamp, de Campinas (a 93 km de São Paulo), verificou a presença de micro-organismos em 76 partes internas de veículos, como volante, câmbio, bancos e cadeirinhas de bebê. Em média, foram coletados de cem a mil bactérias e fungos por parte analisada.

Num caso específico, a alavanca de marchas apresentou 10 mil micro-organismos.

A maioria das bactérias é chamada de "oportunista", ou seja, oferece riscos sérios a pessoas já debilitadas; em quem estiver saudável, pode gerar febre e diarreia.

"Às vezes temos um mal-estar e pensamos que é algo que comemos, mas o problema está nesse ambiente [carro infectado]". O problema maior é com as crianças, que ainda não têm um sistema imunológico bem desenvolvido. "O quadro de disenteria pode levar rapidamente a uma desidratação e, dependendo do caso, a convulsões”
Ali Said Yassine, 35, pediatra e diretor da Associação Brasileira de Medicina no Trânsito (Abramet), chama a atenção para problemas respiratórios e dermatológicos que os micro-organismos também podem causar.

“Ácaros, fungos e pelos de animais são os principais causadores de inflamação das mucosas respiratórias, como sinusite, bronquite e asma”. A membrana dos ácaros, em contato com a nossa pele, pode causar dermatites atópicas.
Uma solução para evitar crises alérgicas, segundo o pediatra, é fazer a higienização dos bancos, carpetes, teto e partes plásticas ou couro do veiculo.
Além disso, o médico recomenda que animais devam ser transportados dentro de caixas específicas, sem contato com os bancos, e que os tapetes dos carros sejam higienizados a cada dez dias.

Para veículos que pernoitam em garagens fechadas, vale abrir um pouco as janelas, para que a troca de ar expulse micro-organismos.

CARONAS INDESEJÁVEIS - O que causa a proliferação de micro-organismos na cabine

COMER DENTRO DO CARRO
Restos de lanches retirados no drive-thru e farelos de biscoitos que se escondem nas frestas dos bancos servem de alimento para micro-organismos. A solução é passar aspirador de pó no carro semanalmente. Para reduzir riscos de crises alérgicas, a www.cleanall.com.br recomenda a limpeza e higienização a cada seis meses.

BANCOS MOLHADOS
Se cair água nos bancos, o motorista deve deixar o carro com vidros e portas abertos, de preferência sob a luz do sol. Se a umidade permanecer e surgir mau cheiro, a solução é recorrer a www.cleanall.com.br empresa especializadas em limpeza de estofamentos. Em casos extremos, é necessário trocar partes apodrecidas ou mofadas da forração para resolver de vez o problema.

FILTRO DO AR SUJO
Ar-condicionado que exala um odor ruim ou parece mais fraco que o normal indica que o filtro de cabine está saturado. "A vida útil desse componente depende do ambiente onde o motorista trafega. Se ele rodar sempre em vias urbanas, com alto tráfego de caminhões, ou em estradas de terra, o filtro chega a se desgastar em poucos meses", explica André Gonçalves.
PELOS DE ANIMAIS
O risco está no transporte de bichos de estimação nos bancos do carro. Pelos e partículas de pele podem gerar reações alérgicas, por isso é indicado sempre limpar os assentos após o trajeto ou transportá-los dentro de caixas específicas, não deixando que tenham contato direto com o estofado. Se o carro for um SUV ou perua, o melhor é forrar o porta-malas com tapetes de borracha, retirar a tampa superior e acomodar os bichos lá
Clique em Fale conosco e tire suas duvidas.


Temos uma equipe preparada par lhe atender.





Obs. Para valores de Impermeabilização ou combo, favor entrar em contato ( 11 ) 3964-8141